Curso: Programa de Complementação Pedagógica de Docentes

O Programa Especial de Formação Pedagógica de Docentes para as Disciplinas do Currículo do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da Educação Profissional em Nível Médio - PROFOP destina-se a licenciar profissionais já graduados em cursos de tecnologia, para que tenham acesso às redes de ensino da Educação Básica, para a docência de disciplinas do segundo segmento do Ensino Fundamental, do Ensino Médio e da Educação Profissional em nível médio, em instituições públicas e privadas.

Volta-se para a formação do educador multiqualificado sob uma perspectiva holística, fundamentada no processo dialético prática - teoria - prática, para que esse profissional possa assumir não só as atividades dídático-pedagógicas em suas diferentes dimensões do ensino, como também o exercício da cidadania na conjuntura histórica em que se insere, através da reflexão sobre sua prática e seus conhecimentos e do compromisso político com as diferentes classes sociais.

Público Alvo: Tecnólogos e Bacharéis com ou sem curso de área do conhecimento diferente da licenciatura pretendida

Duração: 1 ano (2 períodos)

Carga horária: 1.420 h

Modalidade: Ensino a Distância (EaD)

Valor: $ EaD

Inscreva-se

Estrutura Curricular

Eixo: Sociedade e Escola: Projeto e Prática Pedagógica

Disciplinas 1º Período Carga horária: 550h
Fundamentos Socioantropológicos da Educação 80h
Políticas Públicas, Organização e Funcionamento da Educação Básica 80h
Escola, Currículo e Conhecimento 80h
Organização do Trabalho Pedagógico 80h
LIBRAS 40h
Relações Étnico-Raciais 40h
Prática Pedagógica Supervisionada I 150h

Eixo: Ação Docente, Produção do Conhecimento e Identidade do Profissional em Educação

Disciplinas 2º Período Carga horária: 870h
Psicologia, Teoria e Dificuldades da Aprendizagem 80h
Avaliação Educacional 80h
Educação Inclusiva: Políticas e Práticas 80h
Projetos Interdisciplinares de Ensino 80h
Didática Aplicada à Área do Conhecimento 160h
Teoria Aplicada à Área do Conhecimento 160h
Direitos Humanos 40h
Responsabilidade Socioambiental 40h
Prática Pedagógica Supervisionada II 150h

Objetivos do Curso

O Programa Especial de Formação Pedagógica de Docentes da Faculdade Internacional Signorelli tem os seguintes objetivos gerais:

Contribuir para a melhoria da Educação Básica;

Atender a uma demanda social de formação de docentes, para atuar nas quatro últimas séries do ensino fundamental, no ensino médio e na educação profissional;

Oportunizar o acesso ao magistério a todos aqueles que, profissionais em nível superior, desejam lecionar;

Habilitar professores que já estejam em exercício, oferecendo-lhes a complementação pedagógica com a capacitação em serviço, salvaguardando o plano curricular e a supervisão do curso;

Formar profissionais críticos, com sólidos conhecimentos pedagógicos e aptos à investigação que favoreça o processo contínuo de construção de conhecimento na sua área de atuação;

Habilitar educadores conscientes do seu papel de transformadores da realidade, aptos a construírem em sua prática pedagógica espaço de reflexão sobre os fenômenos inerentes à disciplina que ministram e o cotidiano escolar;

Integrar as ações de Ensino, Pesquisa e Extensão, componentes indispensáveis à formação dos profissionais da Educação, aos saberes, valores e problemas do homem e da Educação escolar das diferentes regiões brasileiras.

Objetivos Específicos do Curso

Habilitar portadores de diploma de Ensino Superior a ministrar aulas das disciplinas que integram as quatro últimas séries finais do Ensino Fundamental, o Ensino Médio e a Educação Profissional em Nível Médio (Resolução 2/97 do CNE - Artigo 1°), em consonância com necessidades específicas regionais;

Capacitar pedagogicamente, a curto prazo, professores de Matemática, Língua Portuguesa, Ciências, Filosofia, Sociologia, História e Geografia para atuar na Educação Básica;

Desenvolver habilidades necessárias ao exercício do magistério, no que diz respeito à metodologia e às técnicas de ensino;

Propiciar condições para reflexão e crítica sobre situações de sala de aula, tendo como parâmetro as vivências da observação, co-participação e regência de turma ao longo do estágio de prática de ensino;

Oferecer diferentes caminhos para que o estudante possa buscar alternativas de solução quando em confronto com problemas concretos do processo ensino-aprendizagem e da dinâmica escolar;

Contribuir para a criação de um espaço de excelência que articule a formação teórica e a vivência profissional, com vistas à reorganização do exercício docente, através da regência de turma e do envolvimento em projetos, pesquisas, exposições e debates sobre a formatação e a valorização do magistério;

Experimentar metodologias inovadoras, conforme determina o artigo 63 da Lei nº 9394/96, especificamente na área de formação pedagógica de docentes;

O licenciado pelo Programa Especial de Formação Pedagógica poderá atuar no Magistério no Ensino Fundamental, Médio e Profissional de escolas públicas e particulares, sendo capaz de:
- assumir as funções de professor de Educação Básica, do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e no Ensino Médio e da Educação Profissional de nível técnico;
- participar da elaboração, gestão, desenvolvimento e avaliação de projetos educacionais, atuando em diferentes contextos da prática profissional, além da sala de aula;
- criar condições para participação dos alunos no desenvolvimento social, cultural e econômico do entorno comunitário da escola;
- avaliar continuamente o seu trabalho de ensino, a aprendizagem dos alunos e o desenvolvimento do projeto pedagógico da escola, como instrumento de aprimoramento pessoal e profissional e de melhoria de processos e de resultados.

Metodologia

O projeto pedagógico do PROFOP da Faculdade Internacional Signorelli e, em particular, o currículo, foram pensados a partir de parâmetros de referência que fundamentam todo o processo educativo, segundo uma visão ideal do profissional que se deseja formar.

Em primeiro lugar, o currículo apoia-se numa visão integrativa de homem e do profissional da educação, consciente de sua função dentro de uma imensa totalidade orgânica que pressupõe pluralismo de abordagens e diferentes maneiras de pensar, agir, produzir e interagir.

O projeto sustenta-se, também, num segundo pressuposto: a concepção pedagógica emancipadora, em busca da autonomia do indivíduo para torná-lo capaz de elaboração pessoal, ressignificação e apropriação do conhecimento, como ator da própria aprendizagem, e de assumir as competências inerentes à profissão.

O terceiro pressuposto diz respeito à construção progressiva de competências, o que requer alternativas pedagógicas originais que respondam a situações reais.

Três competências básicas sustentam a proposta pedagógica do curso: o pensar crítico, o pensar criativo e a práxis, basilares para definição do professor como profissional.

Avaliação de Aprendizagem

A avaliação do desempenho do aluno é feita por disciplina, de acordo com o aproveitamento obtido nas atividades realizadas.

Os critérios, procedimentos e instrumentos de avaliação são propostos pelos professores, aprovados no colegiado de curso e coordenadorias respectivas, respeitadas as normas gerais estabelecidas no Regimento do Curso.

São considerados instrumentos de avaliação da aprendizagem os exercícios escritos, atividades práticas, de campo e pesquisa, relatórios, projetos, provas, testes e outros, realizados pelo aluno em cada disciplina.

O processo de avaliação da aprendizagem ocorre em 3 (três) etapas, devendo o aluno cumprir ao menos duas, obtendo média 06 (seis):

Avaliação da Aprendizagem 1 - A1

Avaliação da Aprendizagem 2 - A2

Avaliação da Aprendizagem 3 - A3

Forma e Critérios de Seleção

A seleção dos candidatos ao Programa Especial de Formação Pedagógica será feita por Comissão designada pelo Diretor- Geral da Faculdade que pontuará, de acordo com tabela previamente estabelecida, os currículos e Históricos Escolares apresentados.

Na seleção dos candidatos obedecer-se-á a seguinte ordem de prioridade:
a) portadores de diploma de graduação - relacionado com a habilitação pretendida, com, pelo menos, 60 (sessenta) horas de experiência docente;
b) portadores de diploma de graduação - relacionado com a habilitação pretendida.

Compartilhar

Faculdade Internacional Signorelli